Empresário, já ouviu falar em hiperautomação? Saiba como isso pode impactar seu negócio!

Blog Aut Curadoria (geraldo) - GR Contábil
Classifique nosso post [type]

Além de ganhos de produtividade e redução de custos, processo pode contribuir positivamente na adoção de Inteligência Artificial

Os últimos anos trouxeram uma inesperada aceleração dos processos digitais dentro das organizações. As empresas que já trilhavam um caminho de digitalização de seus negócios saíram na frente, e as que não tinham a transformação digital como meta tiveram que rever seus planos e processos. No entanto, depois de um período de grandes saltos de transformação, uma nova necessidade se apresenta: a da reinvenção.

O mundo do trabalho remoto, de novos negócios digitais e novas maneiras de se relacionar com a tecnologia pede, agora, a adoção de fluxos de trabalho inteligentes, que levem ao aumento da produtividade e redução de custos.

É neste cenário que a hiperautomação entra em evidência. Citada pelo terceiro ano consecutivo como uma das 12 Top Tendências Tecnológicas Estratégicas para 2022 pelo Gartner, e pelo IBM Business Value Institute como uma das 3 principais tendências tecnológicas para 2022, a hiperautomação é o processo de automatizar negócios para ganhar escalabilidade e ter uma operação mais produtiva.

De acordo com estudo do Gartner, com a hiperautomação permite que as empresas diminuam em até 80% dos trabalhos manuais, tenham um tempo de resposta seis vezes mais rápido e ainda estejam conectadas a uma das tecnologias com projeção de crescimento de 32,8% por ano até 2028. Além disso, o processo pode reduzir custos acima de 40%, o que traz maior lucratividade para as companhias.

A IBM aponta que a hiperautomação impulsiona a inovação, e entre as vantagens de seu uso estão a possibilidade de:

  • Automatizar as integrações para melhorar a velocidade e a qualidade das aplicações;
  • Automatizar as operações de negócios para obter melhor desempenho;
  • Automatizar as operações de TI para fornecer insights acionáveis;
  • Operações de rede sem toque com automação alimentada por IA;
  • Otimizar modernizar e habilitar seus aplicativos para a nuvem.

Além de ganhos de produtividade e redução de custos, a hiperautomação ainda pode contribuir positivamente na adoção de Inteligência Artificial, permitindo a criação de uma força de trabalho híbrida. Nela, os esforços de trabalhadores digitais e humanos resultam em operações mais confiáveis, eficientes, fluídas e com menores riscos.

A IBM ainda reforça a importância das empresas optarem por soluções preparadas para o mundo digital e que ofereçam integração, facilidade de uso e visibilidade. E ainda mais, destaca o potencial das soluções de código-aberto que garantem uma grande flexibilidade para implementação, administração e futura modernização.

Ficou no passado o tempo em que a adoção de tecnologias individuais era um diferencial importante. Hoje em dia, para encarar o futuro, o essencial é ter a capacidade de integrar tecnologias e transformar. Sua empresa já está se preparando para isso?

Fonte: Administradores.com

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Deixe um comentário

Recomendado só para você
Como consolidar hábitos e crenças na rotina de sua equipe?…
Cresta Posts Box by CP
Envie uma mensagem para nós!