Fique longe desses 12 erros e otimize a gestão da sua empresa!

127 Escritorio Geraldo - GR Contábil
Classifique nosso post [type]

Conheça os erros mais comuns do empreendedor

Não importa o tamanho da empresa ou o segmento em que atua, é sempre a mesma história: abrir um negócio envolve pesquisas e planejamento completo.

Acontece que a paixão e força de vontade em empreender são tão grandes que, muitas vezes, uma coisa ou outra não é feita da maneira correta. Além disso, mesmo se preocupando com os pormenores, é possível encontrar obstáculos no caminho.

Levando em consideração que uma negligência pode colocar o seu negócio em risco, você sabe nos dizer quais os erros comuns de empreendedores que você deve evitar?

E é justamente quais erros evitar na hora de empreender que abordaremos neste artigo. Confira!

1. Atuar de modo informal

Para iniciar a lista de erros comuns de empreendedores, começamos com a não formalização do negócio.

É por meio do CNPJ que uma empresa é reconhecida legalmente e tem seus direitos fiscais e jurídicos preservados. Esse respaldo jurídico, aliás, é o que atrai a confiança de muitos clientes.

Dentre as principais desvantagens de não atuar na formalidade, podemos citar:

  • a empresa estará sujeita a penalidades da Receita Federal;
  • não será possível emitir notas fiscais para pessoas físicas ou jurídicas;
  • não será possível contratar funcionários e nem realizar operações bancárias em nome de pessoa jurídica;
  • não terá uma empresa estabelecida, o que não demonstra profissionalismo e gera desconfiança nos usuários.

Percebe por que não se formalizar é um erro e como o CNPJ pode fazer toda a diferença para empreendedores?

2. Não fazer um plano de negócios

Esta é uma lição básica de gestão de empresas.

Ter um plano de negócios é fundamental pois manterá claro os objetivos do negócio, bem como o caminho para alcançar essas metas.

Deixar de criar este documento tão importante significa trilhar o caminho do empreendedorismo às escuras, sem saber onde deseja chegar e o que precisa ser feito durante o percurso.

Por isso, dedique algumas horas para criar o seu plano de negócios e compartilhe com os colaboradores da empresa, para que todos possam atingir os respectivos objetivos.

3. Negligenciar a gestão financeira

Não acompanhar de perto o fluxo de caixa e não controlar as contas a pagar e a receber só pode resultar em uma coisa: problemas à vista!

A falta de organização financeira é um dos erros comuns de empreendedores.

Isso gera inúmeros problemas, pois sem acompanhar o fluxo de caixa, por exemplo, não é possível saber com exatidão com o que o dinheiro está sendo gasto. Além disso, a falta de conhecimento dos números do negócio dificulta a tomada de decisões precisas.

Para evitar os números vermelhos em seu fluxo de caixa, é imprescindível controlar totalmente as finanças do seu negócio. Sem contar que o controle financeiro pode ser mais simples do que você imagina: com a integração de um sistema ERP, você saberá exatamente de onde vem e para onde vai o seu dinheiro.

4. Misturar contas pessoais com empresariais

Esse é um dos erros comuns de empreendedores que, por trabalharem nas empresas das quais são donos, acabam retirando dinheiro do caixa para pagar contas pessoais.

Isso afeta consideravelmente o Capital de Giro, e só piora quando há uma sociedade!

Sendo assim, nesse tipo de situação é imprescindível estipular o valor do pró-labore para que cada um receba um salário fixo por atuar na empresa. A partir daí, nunca pague contas da empresa com o dinheiro depositado em contas pessoais, e vice-versa.

5. Fazer cálculos errados de precificação e margem de lucro

Não saber o custo de produção ou mão de obra de determinado produto/serviço e, por isso, fazer cálculos errados de precificação utilizando uma margem de lucro longe da ideal, pode ser o caminho mais rápido para a falência.

A esta altura sabe-se que os produtos e serviços são a base do negócio. São eles que geram o Capital de Giro necessário para manter o negócio em funcionamento, assim como o lucro para realizar investimentos e fazê-lo crescer.

Então, na hora de empreender, dê a devida atenção aos cálculos!

6. Não manter estoque atualizado

A falta de controle correto do estoque resulta em perdas financeiras, pois estoque parado ou desorganizado significa dinheiro perdido. Aliás, esse problema pode gerar até mesmo a paralisação de atividades.

Por essas e outras, a gestão otimizada do estoque garante a redução de desperdícios e o controle de gastos com manutenção e armazenagem.

A melhor coisa para prevenir este tipo de imprevisto é contar com um bom controle de estoque. Preferencialmente, um sistema de gestão eficaz que possa exibir os saldos de estoque facilmente. Para isso, basta realizar inventários para conciliar as informações virtuais com o saldo físico.

7. Subestimar a concorrência

É importante lembrar que ter concorrência é saudável, pois incentiva a criação de novos produtos e melhora a qualidade dos serviços prestados.

Por isso, você não pode ignorá-la!

Mantenha um olho em seu negócio e outro na concorrência, observando o que está dando certo para poder replicar em seu negócio. Não somente isso, busque descobrir oportunidades não exploradas para trazer inovação para a sua empresa ou até mesmo segmento de mercado.

8. Ter resistência à mudança 

Às vezes a mudança assusta, não é mesmo?!

Muitos empreendedores ficam receosos em relação a novas técnicas de vendas ou produção, assim como outras sacadas inéditas que poderiam facilmente impulsionar os seus lucros.

É preciso ressaltar que sem inovação é impossível se manter no mercado por muito tempo. Aliás, o receio de mudar pode garantir ainda mais sucesso aos concorrentes.

Então não tenha medo das novidades: estude-as, analise a viabilidade para o seu empreendimento e aplique se for algo benéfico.

9. Ignorar o Marketing Digital como forma de divulgação

A maioria das pessoas, de forma consciente ou não, estão recorrendo ao meio digital para pesquisar por produtos e serviços, analisar avaliações de empresas e realizar compras.

Isso significa que a marca precisa de uma forte presença digital para ser encontrada na internet, seja por meio das redes sociais, seja por meio de site institucional e blog.

Portanto, não pensar em Marketing Digital é um grande erro ao empreender. Utilizar estratégias de marketing focadas em conteúdos de atração, por exemplo, podem fazer toda a diferença nas suas vendas!

10. Não ouvir o cliente

Para o empreendimento ter sucesso, é fundamental entender como os clientes enxergam a sua empresa para descobrir boas oportunidades de mudança e inovação, bem como os pontos fracos da marca.

Nesse sentido, especialistas em marketing afirmam que um cliente insatisfeito é capaz de influenciar negativamente, pelo menos, 20 pessoas de seu vínculo social.

Para evitar esse problema, promova pesquisas de satisfação para receber feedbacks do seu público. Não se esqueça que, além de coletar informações, é necessário promover melhorias.

11. Odiar críticas

Uma característica marcante dos empreendedores é ter uma personalidade forte. Até mesmo porque, vamos ser sinceros: de modo geral, não gostamos de ouvir que estamos errados.

Infelizmente, essa atitude é um dos erros comuns de empreendedores, que podem comprometer a empresa e, inclusive, impedir parcerias benéficas e duradouras.

Pensando nisso, saiba absorver críticas construtivas e as receba como grandes oportunidades de crescimento.

12. Perder tempo e dinheiro

Entre os erros comuns de empreendedores está a perda de foco nos objetivos.

Tempo e dinheiro são recursos preciosos que podem não ser recuperados facilmente.

Portanto, não os desperdice com coisas inúteis para o seu negócio. Aplique-os com cautela e inteligência, e saiba aproveitá-los para desenvolver a sua empresa e a si mesmo da melhor forma possível.

Outro erro comum de empreendedores: complicar as coisas simples

Gerenciar um negócio não é fácil!

Além de conhecer o mercado, produto ou serviço, você ainda deve ter pelo menos algum conhecimento de gestão empresarial.

Nesse sentido, a tecnologia deixou tudo mais fácil para os empreendedores. Hoje, com apenas alguns cliques, você gerencia a sua empresa através de um sistema de gestão empresarial, como é o caso do GestãoClick.

Nele você pode, em poucos minutos, acompanhar as finanças, estoque, vendas e demais pontos importantes que envolvem a empresa. Otimizando, assim, tempo (e dinheiro!) além de descomplicar as tarefas rotineiras – mas essenciais – no funcionamento do negócio.

Agora conte para gente, já cometeu alguns destes erros comuns de empreendedores? Compartilhe a sua experiência nos comentários e ajude a enriquecer este artigo!

Dessa forma, todos estarão mais preparados para não cometê-los na hora de empreender.

Fonte: Jornal Contábil

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Deixe um comentário

Recomendado só para você
Não podemos ter em mente que apenas treinamentos têm o…
Cresta Posts Box by CP
Envie uma mensagem para nós!