Prazo do IRPF: os riscos de deixar a declaração para a última hora

Atencao Ao Prazo Do Irpf Saiba O Preco De Deixar O Ir Para A Ultima Hora Blog - GR Contábil
5/5 - (1 vote)

Prazo do IRPF: 5 motivos para não deixar a declaração para a última hora

Perder o prazo do IRPF pode gerar muitos problemas para o contribuinte. Por isso, conheça os motivos para não deixar a declaração para a última hora.

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022 foi prorrogado para o dia 31 de maio de 2022, mas é importante que você não deixe para realizar essa entrega no último momento. 

Isso porque, no último dia, muitas coisas podem acontecer, como sistema congestionado, falta de energia, de internet, não encontrar documentos necessários e acabar não informando determinados rendimentos, o que pode levar a sua declaração a ficar retida na malha fina.

Ou seja, muitas coisas podem acontecer para que você caia nas garras do Leão da Receita Federal, sofrendo punições, como pagamento de multas, pendências no CPF, impedimentos para receber a restituição e muito mais.

Por isso, no artigo de hoje, vamos apresentar 5 motivos para você não perder o prazo do IRPF

Acompanhe!

Quem deve entregar o IRPF 2022?

Em primeiro lugar, é importante confirmar se você realmente precisa declarar o IR. Sendo assim, verifique se você se enquadra nos critérios de obrigação divulgados pela Receita Federal. São eles:

  • Recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do Imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 relativo à atividade rural;
  • Pretenda compensar, no ano-calendário de 2021 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2021;
  • Teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição encontrava-se em 31 de dezembro;
  • Optou pela isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro, no prazo de 180 dias.

Todos os critérios foram retirados da Instrução Normativa RFB Nº 2.065. Dessa forma, caso você queira verificá-los na íntegra, basta acessá-la.

Sendo assim, caso você se enquadre em alguns dos critérios acima, fique atento ao prazo do IRPF.

Qual o prazo para declarar Imposto de Renda 2022?

Inicialmente, o prazo final para a entrega da declaração do IRPF 2022 seria no dia 29 de abril. No entanto, a Receita Federal decidiu prorrogar o prazo e agora os contribuintes terão até às 23h59min59s, horário de Brasília do dia 31 de maio de 2022 para entregá-la.

Ou seja, você tem um pouco mais de um mês para realizar a declaração. Mas isso não significa que você deve deixar para se preocupar com a sua obrigação fiscal apenas perto do prazo.

Realizar a declaração do Imposto de Renda de forma antecipada reduz a chance de erros e ainda, caso você tenha direito, pode fazer com que você receba a restituição nos primeiros lotes. Além disso, ela evita uma série de problemas com a Receita Federal. 

Por isso, vamos falar a seguir sobre os motivos para você não deixar a entrega do IRPF para o último momento. Confira!

Não perca o prazo do IRPF! 5 motivos para não deixar a declaração para a última hora.

1. Restituição 

Por mais que você possa receber a restituição via PIX, todos os contribuintes que possuem direito a receber esses valores seguirão as regras de pagamento. Ou seja, receberá a restituição de acordo com o seu lote de pagamento.

Dentre as regras para enquadramento nos lotes, está a ordem de entrega da declaração. Dessa forma, se você deixar para entregá-la no último dia do prazo do IRPF, acabará ficando nos últimos lotes. 

Vale lembrar que  o prazo para recebimento da restituição deste ano seguirá o calendário abaixo: 

  • 1º lote – 31 de maio de 2022;
  • 2º lote – 30 de junho de 2022;
  • 3º lote –  29 de julho de 2022;
  • 4º lote –  31 de agosto de 2022;
  • 5º lote – 30 de setembro de 2022.

2. Problemas com a documentação

A declaração do IRPF exige uma série de documentações. Por isso, é importante que você reúna a documentação necessária com antecedência. Então imagine a seguinte situação: no momento dos informes de rendimentos, você percebe que está faltando documentos e não há tempo de conseguí-los até o fim do prazo do IRPF. Dessa forma, você perderia o prazo para entregar a declaração preenchida corretamente, precisando pagar multa por atraso, ou entregaria com omissões e cairia na malha fina.

3. Erros na declaração

Deixar para enviar a declaração no último momento aumenta as chances de erros no preenchimento, tendo em vista que você não organizou os documentos com antecedência, não terá tempo para revisar as informações apresentadas com calma, etc.

4. Maior chance de cair na malha fina

Esses erros, bem como esquecer de preencher algum dado importante são os principais motivos que levam os contribuintes a cair na malha fina, deixando-o exposto ao pagamento de multas, ao bloqueio do CPF, ao impedimento de receber a restituição, etc.

5. Perder o prazo do IRPF

No último dia da entrega da declaração, pode ocorrer falta de energia, problemas com a internet, bem como a rede pode ficar congestionada. Tudo isso, pode fazer com que você perca o prazo de entregar a declaração e entregá-la com atrasos gera o pagamento de multas que variam de R$165,74 a 20% do valor do Imposto de Renda devido.

São muitos problemas, por isso, é fundamental que você não perca o prazo do IRPF e não deixe a declaração para a última hora.

Lembre-se: você não precisa fazer isso sozinho! Nós, do Escritório Geraldo, podemos cuidar de todo o processo de declaração do IRPF por você.

Conte com o Escritório Geraldo para entregar seu IRPF sem erros e sem atrasos!

Você não precisa deixar a declaração do Imposto de Renda para o último dia e também não precisa sofrer as consequências de perder o prazo do IRPF ou entregar o documento com erros e omissões. Afinal, nós, do Escritório Geraldo, temos a expertise necessária para cuidar de toda a sua declaração por você.

Evite burocracias, erros, esquecimentos e a fúria do Leão da Receita Federal, basta entrar em contato conosco agora mesmo!

DEIXE A SUA DECLARAÇÃO DO IRPF COM QUEM É ESPECIALISTA NO ASSUNTO!

Summary
Prazo do IRPF: os riscos de deixar a declaração para a última hora
Article Name
Prazo do IRPF: os riscos de deixar a declaração para a última hora
Description
Prazo do IRPF: 5 motivos para não deixar a declaração para a última hora. Confira informações importantes neste artigo!
Author
Publisher Name
Escritório do Geraldo
Publisher Logo

Deixe um comentário

Recomendado só para você
Como já mencionado no início deste artigo, o livro razão…
Cresta Posts Box by CP
Envie uma mensagem para nós!