Quer ampliar o seu negócio? Conheça mais sobre as ações e os resultados do BRDE em 2021!

127 Geraldo - GR Contábil
Classifique nosso post [type]

Dados do Estado incrementam o índice histórico do banco, que atinge R$ 4,14 bilhões movimentados em contratações, ultrapassando os números de 2020 em 25% na região Sul.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) do Paraná ultrapassou a meta de contratações estipulada para 2021 e alcançou R$ 1,43 bilhão. O resultado supera em 15% o volume conquistado no ano anterior.

Os dados do Paraná incrementam o índice histórico do BRDE em 2021, que atinge R$ 4,14 bilhões movimentados em contratações, ultrapassando os números de 2020 em 25%, somados aos resultados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O melhor desempenho havia ocorrido em 2013, com aplicações na ordem de R$ 3,76 bilhões.

“O Governo do Paraná, empresas, cooperativas, a indústria e as operações do BRDE contribuem para dar potência ao fomento de negócios e serviços, especialmente depois da pandemia, a fim de reestruturar a sociedade para os novos tempos”, destacou o presidente do BRDE, Wilson Bley Lipski.

“Ainda há o destaque no Paraná, para a superação da meta orçamentária em R$ 298 milhões e da meta gerencial motivada pela diretoria paranaense, que era de R$ 1,25 bilhões, o que representa R$ 180 milhões aplicados a mais em relação ao que se planejava” destacou Bley. “Isso se deve à conquista de limites junto ao BNDES e fontes externas, além da disponibilidade de recursos próprios e do Fungetur para o setor de turismo”.

Os setores de comércio e serviço representaram cerca de 32,5% dos contratos firmados no BRDE Paraná, enquanto a agropecuária atingiu em torno de 29,5%; a indústria 20,7%; e infraestrutura 17,2%.

LINHA DO TEMPO – Em janeiro, o BRDE assinou um aditivo contratual com o Ministério do Turismo para administrar o Fundo Geral de Turismo, o Fungetur. Foram adicionados mais R$ 100 milhões em investimentos no segmento na Região Sul do País, chegando a R$ 646 milhões. Foram direcionados até agora R$ 102 milhões para o Paraná.

Em fevereiro foi lançado o novo aplicativo do BRDE, com objetivo de aproximar o banco dos clientes e facilitar o acesso a todas as opções de crédito, solicitações de financiamentos e consultas ao andamento de suas operações com o banco.

No Dia Internacional da Mulher, foi criado o BRDE Empreendedoras do Sul. Do montante destinado ao Paraná, foram aprovados R$ 48,08 milhões para o ano e efetivados R$ 33,8 milhões em contratos.

Através do programa BRDE Promove Sul, o banco procurou fomentar o desenvolvimento produtivo, sustentável e social nos três estados em que atua. As contratações no Paraná somaram R$ 286,4 milhões.

O BRDE e Banco Europeu de Investimento (BEI) também disponibilizaram financiamento para pequenas e médias (PMEs) empresas afetadas pela pandemia nos três estados do Sul. O banco ainda estreou no Plano Safra 2020/21 com equalização de juros a pequenos e médios agricultores, usando recursos próprios.

Em abril foi lançado o Banco do Agricultor Paranaense, para alavancar investimentos por meio da equalização de taxa de juros em diversas atividades agropecuárias, além de promover inovação tecnológica, sustentabilidade, geração de emprego e melhoria da competitividade do produto paranaense.

60 ANOS – Em junho o BRDE completou 60 anos, com carteira de crédito de R$ 13,5 bilhões, o que o coloca no ranking de melhores bancos públicos com apoio aos produtores rurais. No mês seguinte, BRDE e Sicredi realizaram 2.236 contratações, somando R$ 68 milhões. O ticket médio, de R$ 30 mil, foi financiado na maioria dos casos pelo Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar.

No mês de agosto foi lançada websérie, com Agência Francesa de Desenvolvimento, sobre projetos de energia limpa. A parceria já contabiliza 45 projetos no Sul do Brasil, a partir de um fundo de 50 milhões de euros.

O banco liberou, ainda, R$ 176 milhões em financiamento para melhorias em cooperativas paranaenses, em lei sancionada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, que autoriza captação de recursos de até EUR 134,6 mil em infraestrutura e sustentabilidade.

Em novembro, o Ministério do Turismo confirmou a disponibilidade de mais R$ 85,7 milhões para operações de financiamento às empresas do setor turístico nos três estados do Sul. No total de R$ 414,8 milhões que a pasta federal se comprometeu com crédito emergencial diante dos impactos da pandemia.

Em dezembro, como parte desse ano desafiador, o Programa Recupera Sul venceu o prêmio Banking Transformation, com atendimento a 1.707 empresas, na forma de microcrédito e capital de giro.

E no fim do ano foi realizado o Final Pitch do BRDE Labs, uma ação que envolveu nove startups finalistas no Paraná, de 177 inscritos no começo do programa, com apresentação de soluções para indústrias, em inovação e tecnologia.

“O BRDE Labs 2021, com foco na indústria, cumpre seu objetivo como um ecossistema de inovação aberta para promover e capacitar as startups, aproximando Governo do Estado, universidades e o programa, com estratégias baseadas no tripé conhecimento, inovação e aceleração”, concluiu o presidente do BRDE.

Fonte: AEN – Paraná

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Deixe um comentário

Recomendado só para você
A agenda tributária do mês de janeiro está disponível. Conheça…
Cresta Posts Box by CP
Envie uma mensagem para nós!